10:27 24 Janeiro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira do Paquistão

    Paquistão proíbe ex-presidente de deixar o país por suspeita de corrupção

    © East News / Action press/Public Address
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 10

    O Paquistão impôs uma proibição de viagens ao ex-presidente Asif Ali Zardari e a outras 171 pessoas, enquanto as autoridades concluem uma investigação sobre uma suposta lavagem de dinheiro.

    O ministro da Informação, Fawad Chaudhry, anunciou a proibição nesta quinta-feira (27), depois que policiais e investigadores federais disseram que Zardari e outros suspeitos estavam envolvidos com contas bancárias falsas. As autoridades estão no processo de registrar um caso formal.

    Zardari, que atualmente é membro da câmara baixa do Parlamento, é acusado de ter dúzias de contas bancárias falsas. Ele negou qualquer transgressão.

    Zardari era casado com Benazir Bhutto, ex-primeira-ministra que foi assassinada em 2007. Quinta-feira marcará 11º aniversário de sua morte.

     

    Mais:

    Após corte de verbas, EUA oferecem ajuda ao Paquistão no combate ao terrorismo
    Explosão no noroeste do Paquistão provoca ao menos 25 mortos e dezenas de feridos, diz TV
    Homens armados atacam consulado chinês no Paquistão; há 2 mortos (VÍDEOS)
    Explosão em mesquita no Paquistão deixa ao menos 9 pessoas feridas
    EUA suspendem ajuda de 1,6 bilhão de dólares em segurança ao Paquistão
    Tags:
    Asif Ali Zardari, Paquistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik