09:08 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Coletiva de imprensa entre Donald Trump e Recep Tayyip Erdogan em 16 de maio, 2017 (foto de arquivo)

    Erdogan promete erradicar 'o que restar' do Daesh na Síria, diz Trump

    © REUTERS / Kevin Lamarque
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1005
    Nos siga no

    Na quarta-feira (19), Trump anunciou a derrota do Daesh na Síria e a subsequente retirada das tropas americanas do país árabe, onde elas permaneciam unicamente para combater o Daesh.

    No sábado (22), o presidente americano acrescentou que "os países locais, incluindo a Turquia" devem ser capazes de "tratar facilmente do que quer que tenha restado" do grupo terrorista.

    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, prometeu eliminar as forças que restaram do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em vários outros países) na Síria, disse na segunda-feira (24) o presidente dos EUA, Donald Trump.

    "O presidente da Turquia me informou muito claramente que ele vai erradicar tudo o que restar do Daesh na Síria… e ele é um homem que pode fazê-lo bem, a Turquia está praticamente "ao lado". Nossas tropas estão voltando para casa!", escreveu Donald Trump no Twitter

    No final do domingo (23), Trump disse que manteve uma conversa telefônica "longa e produtiva" com Erdogan, durante a qual eles discutiram seu "envolvimento mútuo" na Síria e a planejada retirada das tropas dos EUA da Síria. Segundo Erdogan, os dois presidentes se comprometeram a "expandir a coordenação" na Síria.

    A coalizão liderada pelos EUA atua desde 2014 no Iraque e na Síria com o alegado objetivo de derrotar o grupo terrorista Daesh o autoproclamado Estado Islâmico. No entanto, as ações da coalizão na Síria são realizadas sem autorização das autoridades do país ou do Conselho de Segurança da ONU. Damasco instou a ONU a agir e a acabar com a presença ilegal da coalizão no país.

    Mais:

    Será difícil resolver problema da presença militar ilegal dos EUA na Síria, diz Lavrov
    Turquia continuará apoiando a Palestina, diz Erdogan a Abbas em conversa sobre Jerusalém
    Tags:
    tropas, Daesh, Donald Trump, Recep Tayyip Erdogan, Síria, EUA, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar