05:10 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu

    Chanceler turco qualifica premiê de Israel de 'assassino a sangue frio'

    © REUTERS / Jonathan Ernst
    Oriente Médio e África
    URL curta
    15252
    Nos siga no

    O ministro turco das Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu, chamou o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, de "assassino a sangue frio" em resposta ao seu tweet muito crítico sobre o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

    Mevlut Cavusoglu, citado pelo jornal Haberturk, declarou que o chefe do governo israelense é um "assassino a sangue frio dos tempos modernos, responsável pelo massacre de milhares de palestinos inocentes".

    Em 22 de dezembro, Netanyahu endereçou palavras muito duras ao presidente turco em sua conta do Twitter.

    ​Erdogan é um invasor do norte de Chipre, cujo exército massacra mulheres e crianças em vilas curdas, dentro e fora da Turquia, não deveria pregar sermões a Israel.

    Altos funcionários do Partido da Justiça e Desenvolvimento turco (AKP, na sigla em turco) também criticaram vivamente Netanyahu por seu tweet sobre o presidente turco.

    Ao mesmo tempo, o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, respondeu ao ataque de Netanyahu igualmente no Twitter

    Ao invés de suplicar ao presidente Erdogan para que não fale a verdade, Netanyahu deve pôr fim à ocupação ilegal das terras palestinas e à opressão brutal do povo palestino. Criticar Erdogan ou usar os curdos como carta política não o salvará de seus problemas internos.

    Mais:

    Israel desenvolve 'mísseis ofensivos' que podem atingir 'qualquer lugar', diz Netanyahu
    Turquia continuará apoiando a Palestina, diz Erdogan a Abbas em conversa sobre Jerusalém
    Turquia não vai desistir do contrato da S-400 após oferta de mísseis Patriots por Trump
    Turquia decide adiar operação militar na Síria
    Tags:
    assassino, comentário, sangue, palestinos, críticas, Mevlut Cavusoglu, Recep Tayyip Erdogan, Benjamin Netanyahu, Turquia, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar