12:09 19 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Província de Idlib, no noroeste da Síria

    Ocidente mune militantes com armas químicas para pressionar Síria, diz governador de Idlib

    © AFP 2019 / Mohamed al-Bakour
    Oriente Médio e África
    URL curta
    304
    Nos siga no

    Os países ocidentais abastecem os militantes sírios em Idlib com substâncias tóxicas e os treinam para criar projéteis a serem usados em provocações, disse em entrevista à Sputnik o governador de Idlib, Muhammad Fadi Sadun.

    Anteriormente, a mídia árabe havia divulgado informações sobre a presença de especialistas da França e do Reino Unido em Idlib, que ensinam os terroristas a usar substâncias tóxicas.

    As autoridades e militares sírios ainda não emitiram nenhum comunicado em resposta a estas informações da mídia.

    Para o governador, além de as armas químicas serem usadas em provocações, também são utilizadas como pretexto para acusar as autoridades e agredir a Síria.

    "A existência de substâncias tóxicas na posse de grupos armados e o seu fornecimento por países ocidentais, não apenas pela França, é usada para justificar ataques contra a Síria e o Exército sírio. Esse é uma espécie de instrumento que pode ser usado por grupos armados a qualquer momento para acusar a liderança síria", disse Sadun.

    No final de novembro, os terroristas usaram substâncias tóxicas em Aleppo, resultando em 46 civis feridos, segundo um comunicado do Ministério da Defesa da Rússia.

    O ministério russo havia alertado que a organização Capacetes Brancos estava tentando organizar provocações na zona desmilitarizada em torno de Idlib usando agentes tóxicos para acusar as forças do governo de utilizar armas químicas contra a população local.

    Já os EUA declararam que não houve nenhum ataque químico terrorista, mas sim um incidente envolvendo o uso de "gás lacrimogêneo" pelas forças do governo.

    Mais:

    Putin diz a Erdogan que é preciso acelerar implementação de acordos em Idlib
    Exército Sírio frustra ataque de militantes em Idlib
    Rússia alega que cerca de 15.000 terroristas da Frente al-Nusra permanecem em Idlib
    Turquia evacua terroristas de Idlib para seu território, segundo mídia síria
    Tags:
    agressão armada, provocação, militantes sírios, armas químicas, terroristas, Ocidente, Idlib, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar