21:26 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira de Israel em Jerusalém

    Austrália reconhece Jerusalém como capital de Israel

    © Sputnik / Kristina Afanasieva
    Oriente Médio e África
    URL curta
    659

    O primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, anunciou neste sábado (15) que a Austrália reconheceu formalmente Jerusalém como a capital de Israel, disse, acrescentando que a embaixada australiana não será transferida para Jerusalém no futuro imediato.

    "A Austrália reconhece Jerusalém Ocidental, que abriga o Knesset [parlamento israelense] e muitas instituições governamentais, como a capital de Israel", disse Morrison.

    "Estamos ansiosos para transferir nossa embaixada quando for viável […] e após a determinação final do status", disse ele a repórteres em Sydney.

    O primeiro-ministro destacou, no entanto, que a transferência da embaixada de Tel Aviv só ocorrerá após um acordo de paz com os palestinos.

    O anúncio foi feito quase dois meses depois que o primeiro-ministro disse que não descartava o reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel, como os EUA haviam feito em dezembro de 2017. Washington transferiu a embaixada dos EUA para Jerusalém em 14 de maio.

    Scott Morrison explicou que, em sua opinião, tal decisão não coloca em questão o princípio da coexistência pacífica de dois Estados no processo de paz do Oriente Médio.

    A decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel semeou discórdia entre os Estados Unidos e a União Europeia e provocou uma série de protestos do lado palestino.

    Mais:

    Austrália pode se tornar mais um país a reconhecer Jerusalém como capital de Israel
    Austrália não irá transferir sua embaixada em Israel para Jerusalém, diz chanceler
    Tags:
    embaixada, Austrália, Jerusalém, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar