07:21 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    402
    Nos siga no

    Interpol alerta para os perigos da integração das organizações criminosas com grupos terroristas em todo o continente.

    Organizações criminosas transnacionais e grupos terroristas estão cada vez mais integrados e interconectados na África, informou a Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) em um comunicado à imprensa na sexta-feira.

    "O crime organizado transnacional e extremismo violento estão cada vez mais interconectados. Criminosos, terroristas e insurgentes armados estão lucrando com o crime e, através de rotas e redes de tráfico ilícito, estão movendo pessoas e produtos, criando laços geográficos regionais em toda a África", informou o comunicado.

    O relatório foi resultado das reuniões entre o presidente da Interpol, Jurgen Stock, e o presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat. As discussões centraram-se na cooperação policial em 194 países membros no combate ao crime transnacional e ao terrorismo.

    Os dois também discutiram o combate aos fluxos intra-regionais de combatentes dos grupos terroristas Boko Haram, Al-Shabab, Al-Qaeda e Daesh, segundo o comunicado.

    A Interpol participa do Projeto ENACT, financiado pela União Européia. O programa visa combater o crime organizado através do aumento do compartilhamento de informações e do desenvolvimento de habilidades de investigação nas agências africanas de aplicação da lei.

    Mais:

    Mercosul se junta para combater crime organizado e terrorismo internacionais
    'Crime organizado no Brasil está fazendo escola com o terrorismo internacional'
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar