23:31 24 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Casas no topo de uma colina no assentamento israelense de Givat Ze'ev, na Cisjordânia (arquivo)

    Netanyahu promete novos assentamentos na Cisjordânia em resposta a morte de soldados

    © REUTERS / Ammar Awad
    Oriente Médio e África
    URL curta
    14514

    O premiê israelense, Benjamin Netanyahu, prometeu promover a construção de 82 novas unidades habitacionais na Cisjordânia, depois que dois soldados das Forças de Defesa de Israel foram mortos e outros dois foram feridos em um ataque a tiros na quinta-feira, informou o gabinete de Netanyahu.

    "O primeiro-ministro se referiu a um assessor jurídico com um pedido para tomar medidas para possibilitar a construção de 82 novas unidades habitacionais em Ofra. O primeiro-ministro também está promovendo o projeto de construção de duas novas zonas industriais perto dos assentamentos em Avnei Hefetz e Beitar Illit", informou o comunicado.

    Comentando sobre o ataque a tiros, o primeiro-ministro israelense prometeu "acertar contas com quem fez isso".

    As tensões de longa data entre Israel e a Palestina aumentaram no final de março, quando os palestinos lançaram protestos na fronteira de Gaza. O governo israelense se recusa a reconhecer a Palestina como uma entidade política e diplomática independente e continua a construir assentamentos nas áreas ocupadas, apesar do movimento ter sido considerado ilegal pelas Nações Unidas.

    Tags:
    Nações Unidas, Benjamin Netanyahu, Ofra, Beitar Illit, Avnei Hefetz, Gaza, Cisjordânia, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar