19:32 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Lançamento de míssil realizado pelo Irã, foto de arquivo

    Irã confirma teste de míssil balístico referido pelos EUA

    © AFP 2019 / AMIN KHOROSHAHI / ISNA
    Oriente Médio e África
    URL curta
    10160
    Nos siga no

    Amir Ali Hajizadeh, comandante da Força Aeroespacial do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, confirmou o teste de um míssil balístico, anunciado anteriormente pelo secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, informa a Fars.

    Segundo Hajizadeh, durante um ano o Irã realiza 40-50 testes de mísseis, e o fato de os EUA reagirem a alguns deles indica que estes testes estão pressionando os EUA.

    "Estamos testando nossos mísseis, o último teste foi muito importante", disse Hajizadeh à Fars, sem ter especificado qual foi o míssil testado recentemente pelo Irã.

    Mais cedo, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, declarou que o Irã tinha realizado testes de um míssil balístico de médio alcance, violando a Resolução 2231 do Conselho de Segurança da ONU.

    Pompeo acrescentou que os EUA condenam isso e exigem que o Irã termine imediatamente todas as ações relacionadas a mísseis balísticos destinados a portar armas nucleares.

    Vários países, incluindo a Alemanha e França, que são membros do acordo nuclear, condenaram o último teste de um míssil balístico, observando que o programa de mísseis é incompatível ou não está em conformidade com a atual Resolução 2231 do Conselho de Segurança da ONU de 2015.

    O Ministério das Relações Exteriores do Irã declarou, em resposta às acusações, que o programa de mísseis do país não viola as resoluções do Conselho de Segurança da ONU e que as Forças Armadas iranianas continuariam seus testes de mísseis e não pediriam permissão para fazê-lo.

    Mais:

    Presidente do Irã: corte de produção da OPEP é fracasso para EUA
    Índia e Irã dão passo decisivo para pôr fim à hegemonia do dólar
    Irã chama de 'surreal' a acusação dos EUA sobre ter violado acordo com teste de mísseis
    Tags:
    lançamento, mísseis balísticos, Amir Ali Hajizadeh, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar