17:03 09 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Voluntários em simulação sobre como reagir a ataque químico em Aleppo (foto de arquivo)

    EUA acusam Assad de ataque químico em Aleppo

    © AFP 2018 / Jm Lopez
    Oriente Médio e África
    URL curta
    10119

    O governo sírio ainda não comentou as acusações dos EUA. Em novembro, o ministério da Defesa da Rússia confirmou o uso de bombas com cloro por terroristas na cidade síria de Aleppo.

    O Departamento de Estado dos EUA acusou as forças pró-Damasco de "provavelmente" usar gás lacrimogêneo contra civis em Aleppo em 24 de novembro, acrescentando que Washington "tem informações" indicando que supostos militares russos e sírios estariam envolvidos no incidente.

    "O regime de Assad e a Rússia acusaram falsamente a oposição e grupos extremistas de realizar um ataque com cloro no noroeste de Aleppo", disse o porta-voz do Departamento de Estado, Robert Palladino.

    Segundo o porta-voz, Washington "refuta fortemente esta narrativa".

    Além disso, o oficial alertou a Rússia contra violação do local do suposto ataque químico em Aleppo.

    As autoridades militares sírias e russas ainda não comentaram as mais recentes acusações dos EUA, no entanto, o ministério da Defesa russo informou que terroristas usaram armas químicas em um ataque em Aleppo. Os militares russos não descartaram que a organização não-governamental dos Capacetes Brancos poderia estar por trás do ataque, no qual mais de 70 civis ficaram feridos.

    A área do ataque fica localizada nos arredores da aldeia de Al-Buraykat, controlada pelos militantes da Frente al-Nusra.

    Comentando sobre o ataque químico, o presidente russo, Vladimir Putin, declarou que era uma "flagrante violação do cessar-fogo", acrescentando que o uso de substâncias venenosas não deveria ficar impune.

    Em resposta ao uso de armas químicas, os caças russos atingiram os alvos de terroristas que supostamente estavam por trás do bombardeio de Aleppo com gás de cloro letal.

    Mais:

    Terroristas atacam bairros residenciais de Aleppo
    Ataque químico em Aleppo: o que virá a seguir?
    Rússia efetua ataques aéreos contra posições de terroristas que atacaram Aleppo
    Chancelaria síria: militantes efetuaram ataque químico a Aleppo com ajuda do Ocidente
    Número de feridos no ataque químico em Aleppo sobe para 107 (VÍDEO)
    Equipes médicas atenderam 73 civis após ataque com cloro em Aleppo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik