06:44 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    O presidente sírio Bashar Assad durante um discurso em frente dos diplomatas, em 20 de agosto de 2017

    Resistência da Síria e Coreia do Norte pode mudar equilíbrio de poder no mundo, diz Assad

    © AP Photo / Página do Facebook da Presidência da Síria
    Oriente Médio e África
    URL curta
    9392

    Na terça-feira (4), o presidente da Síria, Bashar Assad, disse, ao receber em Damasco o chanceler norte-coreano, que pode haver uma mudança no alinhamento de forças no mundo por causa das falhas sofridas pelos projetos ocidentais.

    Mais cedo, o chanceler da Coreia do Norte, Lee Young-ho, foi recebido pelo ministro das Relações Exteriores sírio, Walid Muallem, na capital do país árabe.

    O líder sírio declarou ao ministro e à delegação ministerial que pressões semelhantes estavam sendo aplicadas na Síria e na Coreia do Norte.

    "O objetivo delas [pressões] é enfraquecer os Estados que são independentes na tomada de decisões e se opor aos projetos ocidentais", declarou o presidente da Síria.

    "A agressão dos EUA a governos independentes não tem limites geográficos. As derrotas que sofrem os projetos ocidentais e a resistência de países independentes como Síria, Coreia do Norte e outros podem mudar a arena internacional e criar um novo equilíbrio de poder", ressaltou Bashar Assad.

    Desde 2014, uma coalizão liderada pelos EUA atua na Síria com o alegado objetivo de derrotar o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países), o autoproclamado Estado Islâmico. No entanto, as ações da coalizão na Síria são realizadas sem autorização das autoridades do país.

    Mais:

    Assad concede anistia a 14.500 sírios que desertaram serviço militar obrigatório
    Derrube de Bashar Assad não está entre objetivos dos EUA, diz diplomata
    Sem moderados: Terroristas da Al-Nusra unem militantes em ampla frente anti-Assad
    Departamento de Estado dos EUA diz que Daesh foi criado para 'proteger pessoas' de Assad
    Tags:
    Estado independente, forças, equilíbrio, resistência, Walid Muallem, Bashar Assad, Damasco, Coreia do Norte, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik