00:53 04 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    331
    Nos siga no

    Militantes houthis capturaram um funcionário do Escritório do Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos (EACDH) na cidade portuária de Hodeida, no Iêmen.

    A notícia foi confirmada neste domingo pelo ministro iemenita da Informação, Moammar Eryani, através do Twitter. 

    "A milícia houthi da cidade de Hodeida prendeu Muhammad Shaybani, um especialista do Escritório do Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos", escreveu Eryani, destacando que tanto a comunidade internacional como o enviado especial da ONU para o Iêmen estão pressionando por uma posição decisiva das ações dos houthis. 

    O Iêmen se encontra mergulhado, há cerca de quatro anos, em um intenso conflito armado entre as forças do governo lideradas pelo presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi e os rebeldes houthis. Uma coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita vem realizando ataques aéreos contra os houthis desde o início de 2015 a pedido de Hadi.

    Mais:

    Arábia Saudita oferece US$500 milhões em ajuda humanitária no Iêmen
    Houthis se dizem prontos para amplo cessar-fogo no Iêmen
    Tags:
    ONU, Twitter, Moammar Eryani, Muhammad Shaybani, Abd Rabbuh Mansur Hadi, Iêmen, Arábia Saudita, Hodeida
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar