13:27 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Três explosões perto da estação de ônibus na cidade de Latakia, Síria (foto de arquivo)

    Militantes matam 4 soldados na Síria, diz Ministério da Defesa da Rússia

    © Foto: Twitter/ Aldin Abazović
    Oriente Médio e África
    URL curta
    306

    Ao menos 4 militares sírios foram mortos em bombardeios por militantes terroristas na província de Latakia nas últimas 24 horas, segundo informou o Centro de Reconciliação Síria do Ministério da Defesa da Rússia nesta quarta-feira (28).

    "Durante as últimas 24 horas, insurgentes atacaram Jubb al-Zarour na província de Latakia e os arredores do norte e noroeste da cidade de Aleppo. Além disso, insurgentes do grupo terrorista Hayyat Tahrir al-Sham [antiga organização terrorista Jabhat al-Nusra] realizaram ataques às posições do Exército Árabe Sírio, próximo a Jubb al-Ahmar, na província de Latakia. Quatro militares sírios foram mortos", afirmou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia.

    O Centro de Reconciliação convocou os líderes de grupos armados que operam na zona de diminuição de conflitos de Idlib para que se juntem ao processo de paz.

    A Síria está em estado de guerra civil desde 2011. O governo local enfrenta diversos grupos de oposição e organizações terroristas. A Rússia, ao lado de Turquia e Irã, é garantidora do regime de cessar-fogo na Síria.

    A Jabhat al-Nusra é uma organização terrorista banida do território russo.

    Mais:

    Daesh produz armas químicas e planeja ataque na Síria, diz Ministério da Defesa russo
    Na Síria encontram mais de 100 artefatos roubados por terroristas (FOTO)
    Ataques aéreos da coalizão internacional matam vários civis em aldeia síria, diz mídia
    Chancelaria síria: militantes efetuaram ataque químico a Aleppo com ajuda do Ocidente
    Tags:
    Guerra da Síria, Jubb al-Ahmar, Jabhat al-Nusra, Exército Árabe Sírio, Irã, Turquia, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik