16:57 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Edifícios destruidos em Deir ez-Zor

    Daesh produz armas químicas e planeja ataque na Síria, diz Ministério da Defesa russo

    © REUTERS / Khalil Ashawi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    305

    De acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, militantes do grupo terrorista Daesh estão planejando um ataque contra as forças democráticas da Síria para provocar um ataque aéreo da coalizão internacional contra o Exército sírio.

    "As munições químicas fabricadas são para uso contra posições do Exército Curdo, que está conduzindo, com o apoio dos Estados Unidos, operações militares contra terroristas na área de Hajin, na província de Deir ez-Zor", afirmou o Ministério da Defesa da Rússia.

    A Rússia também acredita que os terroristas planejam usar as armas químicas contra tropas Curdas, disparando de posições próximas a forças do governo sírio para que assim possam culpar Damasco e provocar um ataque aéreo massivo dos EUA contra as tropas sírias.

    Mais de 70 países da coalizão internacional liderada pels Estados Unidos estão realizando operações militares contra grupos terroristas na Síria e no Iraque desde setembro de 2014.

    A campanha na Síria, no entanto, não foi autorizada por Damasco ou pelo Conselho de Segurança da ONU. O governo sírio também acusa os EUA por ter atingido civis na província de Deir ez-Zor e pelo uso de fóforo branco, substância banida pela ONU.

    Mais:

    Ataques aéreos da coalizão internacional matam vários civis em aldeia síria, diz mídia
    Chancelaria síria: militantes efetuaram ataque químico a Aleppo com ajuda do Ocidente
    Turquia evacua terroristas de Idlib para seu território, segundo mídia síria
    Terroristas usam gás de cloro e deixam 50 civis feridos na Síria, diz mídia local
    Tags:
    armas químicas, Guerra da Síria, Conselho de Segurança da ONU, Ministério da Defesa (Rússia), Daesh, Deir ez-Zor, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik