03:03 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Fumaça se levanta sobre a cidade de Deir ez-Zor após ataques aéreos da coalizão internacional liderada pelos EUA

    Ataques aéreos da coalizão internacional matam vários civis em aldeia síria, diz mídia

    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Oriente Médio e África
    URL curta
    614

    Ataques da coalizão internacional, liderada pelos EUA, mataram em sua maioria mulheres e crianças de uma aldeia na província síria de Deir ez-Zor, e os cadáveres ainda estão debaixo dos escombros das casas.

    A coalizão internacional, liderada pelos EUA, realizou na segunda-feira (26) ataques aéreos à aldeia Abu Hasan, na província síria de Deir ez-Zor, resultando na morte de civis. As vítimas correspondem em sua maioria a mulheres e crianças, relata o canal estatal de TV do país árabe.

    "A aviação da coalizão internacional cometeu um novo crime; como resultado de ataques aéreos, há mortos e feridos entre civis da aldeia Abu Hasan, perto da cidade de Hajin, na província de Deir ez-Zor, a maioria corresponde a mulheres e crianças", comunica o canal Ikhbariya, citando fontes locais.

    "Os cadáveres ainda estão debaixo dos escombros das casas", indica o canal.

    A coalizão internacional liderada pelos EUA efetua regularmente ataques à cidade de Hajin e a povoados próximos, na província de Deir ez-Zor, justificando-se pela ajuda às Forças Democráticas da Síria (FDS) para combater o Daesh (grupo terrorista proibido a Rússia). A coalizão de mais de 70 países tem conduzido operações antiterroristas no Iraque e na Síria desde 2014. As ações da coalizão na Síria não foram aprovadas por Damasco, nem pela ONU.

    Mais:

    Turquia evacua terroristas de Idlib para seu território, segundo mídia síria
    Ataque com gás na Síria prova que militantes têm armas químicas, diz governador de Aleppo
    Terroristas usam gás de cloro e deixam 50 civis feridos na Síria, diz mídia local
    20 civis morrem em ataque aéreo da coalizão internacional na Síria, diz mídia
    Tags:
    feridos, mortos, civis, ataques aéreos, coalizão internacional, Hajin, Deir ez-Zor, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik