04:15 17 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    António Guterres

    'Jerusalém para ambos': chefe da ONU pede solução de 2 Estados para Israel e Palestina

    © REUTERS / Denis Balibouse
    Oriente Médio e África
    URL curta
    832

    O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, pediu a Israel e à Palestina que resolvam pacificamente seu conflito apoiando o plano de solução de dois Estados.

    "Exorto Israel, a Palestina e todos os outros com influência a restaurar a promessa e a viabilidade da solução de dois Estados baseada em dois Estados vivendo lado a lado em paz, harmonia e dentro de fronteiras seguras e reconhecidas, tendo Jerusalém como a capital de ambos", disse Guterres em um comunicado na sexta-feira.

    Guterres observou que este ano o Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino, observado em 29 de novembro, ocorre em um momento de "turbulência, angústia e tormento".

    As tensões entre israelenses e palestinos perto da fronteira de Gaza aumentaram desde o final de março. Os palestinos haviam disparado quase 500 mísseis e morteiros contra o sul de Israel, enquanto os israelenses realizaram greves em mais de 150 edifícios e instalações na Faixa de Gaza.

    Na semana passada, pelo menos 40 palestinos ficaram feridos em confrontos com tropas israelenses perto da fronteira com a Faixa de Gaza. Mais cedo na sexta-feira, um porta-voz do Ministério da Saúde de Gaza, Ashraf Qidra, disse à Sputnik que pelo menos 12 palestinos ficaram feridos em confrontos com tropas israelenses perto da fronteira com a Faixa de Gaza.

    Durante décadas, a Palestina entrou em conflito com o governo israelense que se recusa a reconhecê-lo como um Estado político e diplomático independente nos territórios da Cisjordânia e da Faixa de Gaza.

    Apesar das objeções das Nações Unidas, o governo israelense continua a construir assentamentos nos territórios palestinos ocupados, incluindo Jerusalém Oriental.

    Mais:

    'Guarda-chuva protetor' da Rússia dificulta planos de Israel, diz mídia
    Rússia insiste na proposta de sediar negociação de paz entre Palestina e Israel
    De saída, ex-ministro diz que Israel está 'alimentando um monstro' chamado Hamas
    Tags:
    diplomacia, Estado Palestino, conflito israel palestina, palestinos, judeus, Ashraf al Qidra, Antonio Guterres, Cisjordânia, Jerusalém, Faixa de Gaza, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik