12:44 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Edifícios destruidos em Deir ez-Zor (foto de arquivo)

    Coalizão liderada pelos EUA teria atacado civis em Deir ez-Zor usando fósforo branco

    © REUTERS / Khalil Ashawi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    507

    A coalizão internacional, encabeçada pelos EUA, atacou o povoado de Hadjin, situado na província de Deir ez-Zor, utilizando munições com fósforo branco, substância proibida pelas normas internacionais, comunicou o canal estatal Al-Ikhbariya nesta quarta-feira (21).

    De acordo com dados do canal, como resultado do ataque, há mortos e feridos entre civis. O canal não detalhou o número exato das vítimas.

    "Ataques aéreos da coalizão internacional com o uso de fósforo branco à cidade de Hadjin, no leste de Deir ez-Zor, levaram à morte de civis, e há feridos", comunicou o canal estatal Al-Ikhbariya.

    Anteriormente, a agência estatal SANA relatou a morte e ferimento de 60 moradores da vila síria de Al-Sha'afa, na mesma província, após ataques aéreos da coalizão liderada por norte-americanos. Na terça-feira (20), um representante da coalizão qualificou as informações sobre a morte de civis como não confirmadas.

    Em conexão aos ataques da coalizão, o Ministério das Relações Exteriores sírio enviou duas cartas à ONU solicitando "ações urgentes e sérias da organização para acabar com estes ataques e massacre", e também para que um mecanismo independente internacional seja criado no intuito de "investigar os crimes deste tipo, condená-los e punir os criminosos". 

    A coalizão liderada pelos EUA atua desde 2014 no Iraque e na Síria com o alegado objetivo de derrotar o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países). No entanto, as ações da coalizão na Síria são realizadas sem a autorização das autoridades do país ou do Conselho de Segurança da ONU.

    Mais:

    Exército sírio assume controle do último bastião do Daesh no sul do país
    Exército sírio repele ataque dos terroristas no noroeste do país; há vítimas dos 2 lados
    Tags:
    coalizão internacional, ataque, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik