13:39 11 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Soldados israelenses em posto de controle perto da cidade de Nablus, na Cisjordânia, 10 de junho de 2016

    Palestinos ficam feridos após disparos israelenses na Cisjordânia

    © AP Photo/ Majdi Mohammed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    410

    Pelo menos quatro palestinos foram baleados pelo exército israelense em uma cidade a noroeste da cidade de Ramallah, na Cisjordânia, informou o ministério da Saúde da Palestina.

    "Quatro jovens palestinos foram feridos por balas das forças israelenses na entrada do vilarejo de Deir Abu Mashal", informou um comunicado a disposição do Sputnik.

    Os feridos, um deles em estado grave, foram levados para o hospital.

    Na sexta-feira passada, o exército israelense feriu pelo menos 23 palestinos em protestos em Gaza, segundo fontes do ministério da Saúde palestino.

    Uma semana atrás, em 11 de novembro, uma unidade especial do exército israelense invadiu Gaza para coletar informações e foi descoberta por militantes do braço armado do movimento Hamas.

    Durante o tiroteio que ocorreu, sete membros do Hamas e um oficial israelense foram mortos.

    No dia seguinte, os movimentos palestinos, liderados pelo Hamas, anunciaram que os esforços do Egito contribuíram para estabelecer um cessar-fogo.

    O governo israelense aceitou a trégua, cujas condições ainda não se materializaram.

    Segundo o Hamas, a trégua com Israel inclui medidas para aliviar o bloqueio israelense, como a expansão da área de pesca.

    A partir de 12 de novembro, as milícias palestinas dispararam 460 foguetes e granadas contra Israel, que responderam com ataques contra 160 "alvos terroristas" na Faixa de Gaza.

    Mais:

    Pelo menos 40 palestinos feridos na fronteira de Gaza e Israel
    Pescador de Gaza teria sido morto por forças israelenses em meio a cessar-fogo
    Consequências devastadoras do bombardeio israelense contra Faixa de Gaza
    Hamas ameaça com novos ataques se Israel continuar bombardeando Faixa de Gaza (VÍDEO)
    Egito cobra de Israel redução das tensões em Gaza
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik