17:09 17 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, durante um evento em Pyongyang

    Kim Jong-un envia mensagem para Bashar Assad desejando êxito contra 'forças hostis'

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    370

    O líder norte-coreano, Kim Jong-un, felicitou o presidente sírio, Bashar Assad, pelo 48º aniversário da Revolução Corretiva e desejou-lhe sucesso na luta para "frustrar as manobras de forças hostis".

    "Nesta ocasião, desejo sinceramente ao seu governo e ao seu povo êxitos sinceros na justa causa para frustrar as manobras das forças hostis e preservar a independência, a segurança e a integridade territorial do país", diz a mensagem, citada pela mídia norte-coreana. 

    A Revolução Corretiva começou em novembro de 1970, quando o general Hafez Assad (pai de Bashar Assad), então ministro da Defesa, liderou este processo político e chegou ao poder no país.

    A Síria vive desde março de 2011, um conflito no qual as tropas do governo enfrentam facções armadas da oposição e grupos terroristas.

    No âmbito das consultas de Astana, foi acordado realizar o Congresso Nacional de Diálogo da Síria, que foi realizado no final de janeiro na cidade russa de Sochi e concluído com a aprovação de uma lista de candidatos para a Comissão Constitucional, que se reunirá em Genebra.

    Mais:

    Ataque à Síria enviou mensagem para a Coreia do Norte, afirma ministro japonês
    Mídia: ataque americano à Síria estimulará Coreia do Norte a manter seu arsenal nuclear
    Deputado russo: Rússia deve vender sistemas S-300 para Síria, Irã e Coreia do Norte
    Coreia do Norte estaria cooperando para o desenvolvimento de armas químicas na Síria
    Tags:
    revolução, Hafez Assad, Bashar Assad, Kim Jong-un, Síria, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik