13:22 11 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Militantes do Hamas em Gaza

    EUA oferecem US$ 5 milhões pela 'cabeça' de líderes do Hamas e Hezbollah

    © AP Photo / Khalil Hamra
    Oriente Médio e África
    URL curta
    13517

    Os Estados Unidos estão oferecendo recompensas de até US$ 5 milhões por informações sobre um líder da organização palestina Hamas e 2 líderes do Hezbollah, grupo baseado no Líbano, informou o Departamento de Estado em um comunicado à imprensa.

    "O Programa Recompensas para Justiça do Departamento de Estado dos EUA está oferecendo recompensas de até US$ 5 milhões cada por informações que levem à identificação ou localização do líder do Hamas, Salih al-Aruri, e dos líderes libaneses do Hezbollah, Khalil Yusif Mahmoud Harb e Haytham 'Ali Tabataba'I", divulgou o comunicado foi divulgado na terça-feira.

    Salih al-Aruri é um deputado do gabinete político do Hamas e um dos fundadores das Brigadas Izzedine al-Qassam, a ala militar do Hamas, informou o comunicado.

    Khalil Yusif Mahmoud Harb é assessor próximo do líder do Hezbollah, Sayyed Hassan Nasrallah, e serviu como principal contato militar do grupo com o Irã e com organizações militantes palestinas, acrescentou o comunicado.

    Haytham 'Ali Tabataba'I é um dos principais líderes militares do Hezbollah que comandou as forças especiais do Hezbollah na Síria e no Iêmen, disse o comunicado.

    Os Estados Unidos consideram as organizações terroristas do Hezbollah e do Hamas, enquanto outros países, incluindo Rússia e China, consideram os 2 grupos como partidos políticos legítimos.

    Desde a sua criação em 1984, o programa Recompensas por Justiça pagou mais de US$ 145 milhões a mais de 90 pessoas que forneceram informações acionáveis que ajudaram a levar terroristas à justiça ou impediram atos de terrorismo internacional em todo o mundo, segundo o comunicado.

    Mais:

    Israel descobre novo posto de observação do Hezbollah na fronteira com o Líbano
    PF prende foragido internacional no Paraná que teria ligações com o Hezbollah
    'Não há escolha senão guerra': Israel promete resposta dura ao Hamas
    Tags:
    recompensa, terrorismo, Brigadas Izzedine al-Qassam, Hezbollah, Hamas, Sayyed Hassan Nasrallah, Haytham 'Ali Tabataba'I, Khalil Yusif Mahmoud Harb, Salih al-Aruri, Irã, Líbano, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik