02:47 17 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Palestinos tentam remover parte da cerca israelense durante um protesto na Cisjordânia, em 30 de março

    Número de mortos em confronto na Faixa de Gaza sobe para 7

    © REUTERS / Mussa Qawasma
    Oriente Médio e África
    URL curta
    342

    Confronto deixou seis palestinos e um soldado israelense mortos em um episódio ainda não esclarecido ocorrido na Faixa de Gaza neste domingo (11). Uma das vitímas é Nur Barake, comandante da ala militar do Hamas.

    Fawzi Barhoum, um porta-voz do Hamas, o movimento islâmico que controla a Faixa de Gaza, denunciou um "ataque covarde de Israel".

    O braço armado do Hamas alega que uma equipe de forças especiais de Israel se infiltrou perto de Khan Yunis em um carro civil.

    Após o confronto irromper, sirenes foram relatadas no sul de Israel, indicando um possível ataque de foguetes vindos de Gaza. Dois lançamentos de Gaza em direção a Israel foram confirmados e ambos foram interceptados pelas defesas de mísseis israelenses, disse o Exército israelense.

    O Ministério da Saúde de Gaza disse que seis palestinos foram mortos.

    Já as Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) afirmaram que "durante uma operação das forças especiais em Gaza, uma troca de tiros ocorreu" e que um soldado morreu e outro ficou ferido. 

    Uma operação terrestre dentro da Faixa de Gaza seria rara e provavelmente aumentaria significativamente as tensões.

    O gabinete do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse que ele encurtará sua viagem a Paris, onde estivera participando das comemorações da Primeira Guerra Mundial.

    Os incidentes de hoje ocorrerem enquanto os mediadores egípcios tentam fazer com que o Hamas e Israel cheguem a um acordo para uma trégua.

    Mais:

    Inundações fazem terra ceder e engolir trecho de rodovia em Israel (VÍDEO)
    EUA esperam que Rússia se mantenha 'permissiva' quanto a ataques de Israel na Síria
    Banco Central de Israel abandona planos de criar moeda corrente 100% digital
    Israel diz estar pronto para atacar sistemas S-300 sírios se estes atingirem seus aviões
    Israel promete evitar catástrofes semelhantes à que ocorreu com aeronave russa Il-20
    Militar sírio: após entrega dos S-300 à Síria, Israel já não ataca território do país
    Restrições dos EUA são 'golpe crítico' contra presença iraniana na Síria, diz Israel
    Tags:
    Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik