00:14 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Vladimir Putin and Angela Merkel during Istanbul summit

    Putin: Moscou ajudará Damasco a eliminar terroristas em Idlib

    © Sputnik/ Mikhail Klimentyev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6130

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alegou que Moscou pode ajudar Damasco a eliminar a ameaça terrorista em Idlib em caso de provocação.

    Além disso, o presidente da Rússia confirmou que Moscou, Paris, Berlim e Ancara assinaram uma declaração conjunta sobre a Síria neste sábado em Istambul.

    "A declaração conjunta reflete a vontade da Rússia, Turquia, Alemanha e França de continuar aprofundando a cooperação com objetivo de melhorar a situação na Síria, promover o diálogo sírio e de realizar as reformas necessárias", disse o líder russo durante uma coletiva de imprensa ao final da reunião.

    Putin também pediu para que o comitê constitucional sírio iniciasse os trabalhos o mais breve possível e advertiu que a necessidade de mudança no país árabe é clara.

    "Esperamos que o lado turco termine o mais breve possível a evacuação das forças da oposição, das armas pesadas e das unidades militares da zona desmilitarizada", disse o presidente russo.

    Vladimir Putin também propôs realizar uma conferência internacional sobre refugiados sírios e observou que, junto com seus colegas, viu a necessidade de expandir o termo "ajuda humanitária".

    Mais:

    Trump convida Putin para visitar Washington em 2019, revela assessor
    Putin: terroristas do Daesh na Síria capturaram 700 reféns e já executaram 10
    O dia em que Maradona 'deu bolo' em Putin
    Príncipe saudita e assessor de Trump descobrem o 'terrível segredo' de Putin
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik