13:40 14 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Drones encontrados perto da base aérea russa de Hmeymim na Síria

    Coalizão nega que EUA teriam coordenado ataque de drones contra base aérea russa na Síria

    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4011

    A declaração do ministério da Defesa da Rússia de que um ataque de drones à base aérea de Hmeymim, na Síria, foi controlado por uma aeronave de reconhecimento dos EUA é infundada, disse nesta sexta-feira à Sputnik o porta-voz da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, Sean Ryan.

    "Qualquer sugestão de que as forças dos EUA ou da coalizão tenham desempenhado um papel em um ataque à uma base russa não possui base alguma e é totalmente irresponsável", disse Ryan à Sputnik.

    O militar se referiu à declaração do vice-ministro da Defesa da Rússia, Alexander Fomin, que havia dito na quinta-feira que a base aérea russa foi atacada simultaneamente por 13 drones de combate, controlados remotamente a partir da aeronave americana Poseidon 8. No entanto, o vice-ministro não especificou quando exatamente ocorreu o ataque.

    Comentando a troca de declaração, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse aos jornalistas que o incidente poderá ser discutido durante uma reunião entre o presidente russo, Vladimir Putin, e seu colega norte-americano, Donald Trump, que deve ocorrer dia 11 de novembro.

    Em 2014, os Estados Unidos e seus aliados iniciaram uma campanha militar contra o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) na Síria, sem concentimento de Damasco. As operações da coalizão na Síria não são autorizadas pelo governo do presidente Bashar Assad, nem pelo Conselho de Segurança da ONU. 

    Mais:

    Política hipócrita: especialista comenta ataques de drones à base russa na Síria
    Drones capturados de terroristas na Síria estão 'à exposição' na Rússia (FOTOS)
    OTAN pretende criar drones navais para responder à 'ameaça russa' no Atlântico
    Sistemas a laser russos Peresvet seriam capazes de eliminar drones
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik