01:27 16 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    O sistema da defesa antiaérea S-400 instalado na base militar russa Hmeymim, na Síria

    Política hipócrita: especialista comenta ataques de drones à base russa na Síria

    © Sputnik / Dmitry Vinogradov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8280

    Considerando o comportamento dos EUA na Síria e as capacidades dos sistemas de defesa antiaérea russos, não pode haver dúvidas nenhumas: a Defesa russa tem dados exatos e fidedignos sobre o recente ataque de drones contra a base área russa de Hmeymim, na Síria, assegura o especialista militar.

    Há pouco, o vice-ministro da Defesa russo, Aleksandr Fomin, declarou que um avião de reconhecimento dos EUA coordenou o ataque maciço de drones à base aérea russa de Hmeymim na Síria.

    Segundo o vice-ministro, foi um Poseidon americano "com equipamento moderno" que efetuou o controle dos drones naquele caso.

    A comentar o incidente em entrevista ao canal RT, o diretor de pesquisas político-militares da Universidade de Relações Internacionais de Moscou, Aleksei Podberezkin, condenou o comportamento dos EUA na Síria, sublinhando também as capacidades dos sistemas de defesa antiaérea russos deslocados na região.

    "Do ponto de vista técnico-militar, não pode haver dúvidas nenhumas, pois os meios de guerra eletrônica posicionados na Síria, especialmente os ligados aos complexos de mísseis S-300 e S-400, são absolutamente seguros e é garantido que são capazes de determinar os parâmetros da confrontação aérea […]", declarou.

    Em particular, o especialista ressaltou que a Rússia "tem o controle total da situação", adicionando que as tecnologias avançadas do país permitem "dizer com um minuto de precisão […] em que ponto se encontrava esse ou aquele objeto militar e como agiu".

    Ao falar sobre as ações dos EUA na Síria, o especialista militar descreveu sua política como "hipócrita", especialmente quando se trata do Daesh (organização terrorista proibida em vários países, incluindo a Rússia).

    "Eles negam estar ligados com o Daesh, mas, de fato, estão apoiando outros grupos que fazem parte dele. Ajudam não só financeiramente, mas também com armas e novíssimos meios técnicos. Qualquer atividade antigovernamental baseia-se em apoio [estrangeiro] tecnologicamente avançado. Isso não é nenhuma novidade: sem a ajuda externa dos EUA, os grupos armados da chamada oposição não se aguentariam nem uma semana".

    Os terroristas na Síria recorrem com frequência a veículos voadores não tripulados na hora de lançar ataques, incluindo à base russa de Hmeymim. Apenas em agosto deste ano, os sistemas de defesa antiaérea da base derrubaram 47 drones.

    Mais:

    Avião de reconhecimento dos EUA foi detectado sobrevoando base russa na Síria
    Como entrega dos S-300 russos à Síria altera balanço de forças no Oriente Médio?
    Síria: ONU deve investigar ataque da coalizão que matou 62 civis
    Leia tenebrosas confissões da jornalista que viveu 'inferno' na Síria
    Avião espião britânico teria sido detectado perto da Síria em meio à entrega de S-300
    Tags:
    terrorismo, guerra eletrônica, defesa antiaérea, drones, ataque aéreo, base aérea Hmeymim, S-400, S-300, Daesh, Rússia, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik