03:49 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    © Sputnik . Bassem Haddad

    O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.

    De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.

    Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a época das chuvas. Os radicais estão privados do acesso a todas as fontes de água doce.

    Mais:

    Exército sírio expulsa terroristas de 'fortalezas' vulcânicas
    Exército sírio priva terroristas das últimas reservas de água doce no sul do país
    Exército sírio combate terroristas no leste da província de Latakia
    Tags:
    ataque, terrorismo, Frente al-Nusra, Tulul al Safa, As-Suwayda, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Mais vídeos