08:25 20 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    070
    Nos siga no

    A Assembleia Geral da ONU aprovou uma resolução para dar ao Estado da Palestina mais direitos como novo presidente do Grupo dos 77 países em desenvolvimento (G77), informou a assessoria de imprensa da ONU em um comunicado.

    A Assembleia Geral da ONU aprovou uma resolução para dar ao Estado da Palestina mais direitos como novo presidente do Grupo dos 77 países em desenvolvimento (G77), informou a assessoria de imprensa da ONU em um comunicado.

    "A Assembleia Geral decidiu hoje fornecer direitos adicionais e privilégios de participação ao Estado da Palestina quando assumir sua posição na presidência do 'Grupo dos 77' países em desenvolvimento", disse o comunicado na terça-feira. "A Assembleia estabeleceu esses termos em uma resolução (documento A / 73 / L.5) adotada por um voto registrado de 146 a favor de 3 contra (Austrália, Israel, Estados Unidos), com 15 abstenções".

    As novas autoridades incluem o direito de fazer declarações, apresentar propostas e apresentá-las em nome do G77, entre outros. Representantes de Israel e dos Estados Unidos tomaram a palavra na Assembleia Geral antes da votação e expressaram sua oposição à resolução, de acordo com o comunicado.

    O G77 foi criado em 1964 por setenta e sete países em desenvolvimento em uma conferência da ONU em Genebra. De acordo com o site do G77, o grupo pretende permitir que os países em desenvolvimento articulem interesses econômicos coletivos e aumentem sua influência dentro do sistema da ONU.

    Tags:
    Estados Unidos, Israel, Austrália, Palestina, Genebra, Assembleia Geral da ONU, G77
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar