20:57 24 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    Moscou está checando relatórios sobre a retirada completa de armas pesadas por militantes do Idlib, da Síria, informou quarta-feira a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova.

    "Ontem, 9 de outubro, a mídia turca informou que a retirada de armas pesadas ocorreu e agora estamos verificando essas informações por meio de nossos especialistas", disse Zakharova em um comunicado, acrescentando que até agora "mais de mil militantes deixaram a zona desmilitarizada".

    Ela também expressou preocupação de que Washington tentasse estabelecer "algum tipo de administração separada" na margem oriental do rio Eufrates, violando a Constituição síria.

    “Infelizmente, a situação na margem oriental do Eufrates está se tornando cada vez mais alarmante. Os americanos estão, de fato, comandando o show nessa área, confiando em seus aliados curdos”, observou a porta-voz.

    A agência de notícias Anadolu informou anteriormente que a oposição armada síria concluiu na segunda-feira a retirada de armas pesadas da linha de contato na área.

    Idlib é o último grande reduto de militantes na Síria. Em 17 de setembro, o presidente russo, Vladimir Putin, e seu colega turco, Recep Tayyip Erdogan, concordaram em criar uma zona desmilitarizada na cidade ao longo da linha de contato da oposição armada e das forças do governo até 15 de outubro.

    Tags:
    Anadolu, Vladimir Putin, Recep Tayyip Erdogan, Maria Zakharova, Estados Unidos, Síria, Idlib, Eufrates, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar