04:14 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Sistema de defesa aérea S-300

    Como sistemas russos S-300 mudam balanço de forças na Síria?

    © Sputnik / Ramil Sitdikov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5230

    Depois de fornecimento à Síria dos sistemas russos S-300 o balanço de forças mudará em prol dos países que não apoiam a agressão contra a república árabe, declarou em entrevista à Sputnik o vice-chanceler russo Sergei Vershinin.

    "Baseio-me em que o balanço realmente mudou a favor dos que consideram que não deve haver ações agressivas contra a Síria", disse Vershinin.

    Segundo ele, os sistemas foram entregues à Síria por indicação do presidente russo. Eles reforçarão significativamente a capacidade defensiva da Síria, em particular a defesa antiaérea. O vice-chanceler opina que isso é melhor para estabilização da situação.

    No início de outubro, Moscou concluiu a entrega de 49 componentes dos sistemas de defesa antiaérea S-300 à Síria. Tal medida foi tomada após a derrubada acidental do avião russo pela defesa antiaérea síria. A aeronave foi alegadamente usada como escudo pela Força Aérea de Israel e provocou a morte dos 15 militares que seguiam a bordo.

    O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, observou que os fornecimentos destes sistemas a Damasco foram suspensos a pedido de Israel em 2013, mas agora a situação mudou, e não foi por culpa da Rússia.

    Mais:

    Rússia envia forte sinal para EUA e OTAN ao implantar S-300 na Síria, acredita politólogo
    Israel diz que S-300 não representam ameaça para F-35, os 'melhores caças furtivos'
    EUA teriam roubado tecnologias dos S-300, aponta ex-diretor-geral de empresa militar russa
    Forças de Defesa de Israel são capazes de derrotar S-300 russos na Síria, diz ministro
    Tags:
    agressão, defesa antiaérea, forças, balança de poder, Il-20, S-300, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik