15:23 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Drusos fazem manifestação em Majdal Shams, perto da linha de trégua entre Síria e Israel nas colinas de Golã

    Drusos realizam ato de apoio a Assad em Israel

    © REUTERS / Ammar Awad
    Oriente Médio e África
    URL curta
    11230

    Reunindo-se ao longo de uma cerca que os separa do lado sírio das colinas de Golã, os drusos comemoraram o aniversário do início da guerra árabe-israelense de 1973, aproveitando para celebrar também os sucessos da Síria em sua luta contra grupos terroristas.

    A comunidade drusa tem sido repetidamente alvo de ataques de jihadistas do Daesh ao longo dos últimos anos, levando a inúmeros protestos nas colinas de Golã, na parte controlada por Israel, contra a violência sofrida por eles na Síria. 

    Com bandeiras sírias, retratos do presidente Bashar Assad, binóculos e megafones, habitantes da aldeia de Massade gritavam lealdade ao governo sírio, com tropas e civis do outro lado da fronteira gritando e acenando de volta. Essa aldeia, parte do distrito de Quneitra, na Síria, está sob ocupação israelense desde a guerra árabe-israelense de 1967.

    Israel ocupou 1.200 quilômetros quadrados dos 1.800 quilômetros quadrados das colinas de Golã durante a Guerra dos Seis Dias, anexando esse território formalmente em 1981. O Conselho de Segurança da ONU, no entanto, condenou a decisão, considerando essa anexação sem efeito jurídico internacional.

    Mais:

    Ambulância é atacada por drusos em Israel e paciente sírio morre a caminho do hospital
    Tags:
    drusos, Bashar Assad, Colinas de Golã, Síria, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik