23:02 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Aiatolá Ali Khamenei fala em Teerã, Irã (arquivo)

    Líder supremo: superando as sanções, Irã dará bofetada nos EUA

    © AP Photo / Escritório do líder supremo iraniano
    Oriente Médio e África
    URL curta
    140

    O Irã dará uma bofetada e derrotará os Estados Unidos ao derrotar suas sanções, declarou o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, em um discurso transmitido nesta quinta-feira (4) na televisão.

    O discurso foi proferido perante milhares de membros da milícia paramilitar voluntária iraniana Basij, ligada ao Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, em um estádio em Teerã.

    "Vamos superar as sanções. Isso será mais uma bofetada na cara dos EUA", disse Khamenei, citado pela agência Trend News Agency.

    Khamenei refutou as afirmações do presidente Donald Trump perante os líderes europeus de que o Irã iria colapsar nos próximos meses devido às restrições norte-americanas, tendo o aiatolá descartado tal cenário.

    O líder supremo também ressaltou que o povo iraniano está enfrentando um "período sensível" devido à ameaça estadunidense e a problemas econômicos, segundo a Reuters.

    "Sensível no sentido de que, por um lado, temos a gritaria de potências arrogantes e de políticos dos Estados Unidos imperialistas […] e, por outro lado, temos os problemas econômicos da nação", constatou.

    Khameni advertiu também que a mídia controlada pelos países inimigos pode ser tão perigosa como "armas nucleares".

    As tensões entre Teerã e Washington aumentaram após Donald Trump ter anunciado a saída unilateral dos EUA do acordo nuclear iraniano em maio e voltado a introduzir sanções contra o Irã. Enquanto o primeiro pacote de sanções foi aplicado em 7 de agosto, o segundo, afetando a venda de petróleo e produtos petrolíferos, deverá ser reintroduzido em 4 de novembro.

    Mais:

    Ataques atingem região próxima às tropas americanas na Síria, diz Teerã
    EUA querem investigação de locais secretos onde Irã desenvolveria tecnologia nuclear
    Tags:
    bofetada, acordo nuclear, sanções, Basij, Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, Donald Trump, Aiatolá Ali Khamenei, Irã, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik