12:42 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Caça norte-americano F-22 equipado com tecnologia stealth

    Mídia: EUA podem passar a usar caças F-22 em resposta à entrega dos S-300 à Síria

    © AFP 2018 / JUNG YEON-JE
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1048

    Os EUA podem começar a usar caças furtivos F-22 e o antirradar F-16CJ para conduzir operações aéreas na Síria em resposta ao fornecimento de sistemas de defesa antiaérea S-300 pela Rússia a Damasco, relata o The Drive.

    A publicação observa que, no início da operação militar na Síria, quando os possíveis passos de retaliação das tropas sírias ainda não eram evidentes, a Força Aérea dos EUA já havia usado o F-22 e o F-16CJ, projetados para suprimir e destruir as defesas antiaéreas do inimigo.

    Segundo o The Drive, agora os EUA provavelmente podem voltar às suas táticas antigas.

    Ao mesmo tempo, o F-22 já está sendo usado pelos norte-americanos nas operações aéreas em regiões controladas pelas forças governamentais sírias, conclui o jornal.

    A decisão de fornecer sistemas S-300 à Síria foi tomada logo após 17 de setembro, quando um míssil S-200 do sistema de defesa aérea sírio abateu por engano um avião russo Il-20, que estava voltando para a base de Hmeymim.

    Ao mesmo tempo, quatro caças israelenses F-16 atacaram instalações sírias em Latakia. Ao responder ao ataque aéreo israelense, um dos mísseis da defesa síria derrubou o avião de reconhecimento russo Il-20, matando 15 militares.

    O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, responsabiliza Israel pelo incidente e anunciou medidas para melhorar a segurança dos militares russos na Síria, incluindo a entrega de sistemas S-300. Segundo ele, serão necessários três meses para treinar os militares sírios a operar os S-300.

    Mais:

    Especialista sobre entrega de S-300 à Síria: agora Israel tem todas as cartas à vista
    Ministério: Israel não aprecia S-300 na Síria, mas não pode cessar operações militares ali
    É divulgado VÍDEO da entrega dos S-300 russos para a Síria
    Tags:
    operações militares, caças, sistema de defesa antiaérea, F-22, S-300, Força Aérea dos EUA, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik