12:59 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Um funcionário da Companhia de Petróleo do Kuwait no campo de al-Rawdatain, 100 km ao norte da Cidade do Kuwait (arquivo)

    Kuwait deixa de exportar petróleo bruto para os EUA pela 1ª vez em mais de duas décadas

    © AFP 2018 / YASSER AL-ZAYYAT
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4160

    O Kuwait suspendeu pela primeira vez em 25 anos suas exportações de petróleo bruto para os EUA, de acordo com estatísticas publicadas pelo Departamento de Energia dos EUA.

    A última vez que os EUA não compraram petróleo do Kuwait foi em 1992, quando as tropas iraquianas entraram no país, levando a indústria petrolífera local a um impasse. 

    De acordo com a Bloomberg, o Kuwait mudou seu foco do mercado norte-americano para o mercado asiático, que atualmente ocupa 80% das exportações do emirado. Novas possibilidades estão se abrindo à luz do próximo novo lote de sanções dos EUA contra os países que negociam com o Irã, previstas para entrar em vigor a partir de novembro. A qualidade superior do petróleo produzido no Kuwait é negociada a 80 dólares por barril na Ásia.

    A Arábia Saudita substituiu o Kuwait recentemente, tornando-se um dos principais fornecedores de petróleo para os EUA, com um volume diário de mais de um milhão de barris de petróleo nos últimos meses. O Iraque, com seus mais de 400 mil barris por dia, está logo atrás.

    Enquanto isso, aumentam as preocupações com um potencial déficit de petróleo bruto, uma vez que sanções norte-americanas restringem as exportações iranianas de petróleo. Trump e o rei saudita Salman bin Abdulaziz discutiram no sábado possíveis medidas para estimular o fornecimento, informou a TV Al Arabiya, sem fornecer mais detalhes. O presidente dos EUA já havia criticado a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) por causa dos altos preços.

    Anteriormente, os EUA expressaram seu objetivo de reduzir as exportações de petróleo iraniano para zero, o que, no entanto, levantou algumas preocupações e fortes críticas à medida dentre os membros da OPEP.

    Tags:
    OPEP, Bloomberg, Donald Trump, Ásia, Irã, Arábia Saudita, Estados Unidos, Kuwait
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik