15:14 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Mulher com uma bandeira palestina durante um protesto contra o bloqueio da Faixa de Gaza por Israel

    Contra mudança de embaixada dos EUA, Palestina vai ao Tribunal Internacional de Justiça

    © REUTERS / Mohammed Salem
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1131

    A Palestina deu início a um processo contra os Estados Unidos no Tribunal Internacional de Justiça para que Washington retire sua embaixada de Jerusalém.

    "O Estado da Palestina instituiu hoje um processo contra os Estados Unidos da América perante o Tribunal Internacional de Justiça, o principal órgão judicial das Nações Unidas, com relação a uma disputa sobre supostas violações da Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas de 18 Abril de 1961", disse a corte em comunicado.

    A embaixada dos EUA ficava em Tel Aviv, assim como a maioria dos demais países. A transferência era uma promessa de campanha do presidente Donald Trump e foi duramente criticada pela comunidade internacional. 

    Embora Israel controle Jerusalém militarmente, a soberania da cidade sagrada é motivo de disputas. 

    O Tribunal Internacional de Justiça é o fórum da Organização das Nações Unidas (ONU) para resolver disputas entre nações. A Palestina foi reconhecida pela Assembléia Geral da ONU em 2012 como um Estado não-observador, embora sua condição de Estado não seja reconhecida nem por Israel nem pelos Estados Unidos.

    Mais:

    Trump defende solução de dois Estados para conflito entre Israel e Palestina
    Adolescente morre na Palestina após ser ferido por soldados de Israel
    Palestina: EUA cortaram ajuda para acabar com protestos por Jerusalém
    ‘Os direitos da Palestina não estão à venda': parlamentar palestina acusa EUA de chantagem
    Israel libera correspondência palestina após 8 anos
    Tags:
    Tribunal Internacional de Justiça, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik