21:47 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Premiê israelense, Benjamin Netanyahu, apresentando materiais sobre o suposto programa nuclear iraniano em Tel Aviv (arquivo)

    Chancelaria iraniana: o mundo só pode rir das alegações de Netanyahu sobre o Irã na ONU

    © AP Photo/ Sebastian Scheiner
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1482

    O mundo vai rir das alegações do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, sobre a existência de um suposto armazém nuclear no Irã, segundo afirmou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano na noite desta quinta-feira.

    "O mundo só vai rir alto desse tipo de discurso falso, sem sentido e desnecessário", disse Bahram Qassemi, citado pela agência Fars News. 

    Nesta quinta-feira, em discurso na 73ª Assembleia Geral das Nações Unidas, Netanyahu afirmou que o governo iraniano possuiria um armazém secreto no qual levava adiante o seu programa nuclear, apesar das promessas de transparência feitas no acordo firmado em 2015 com o chamado grupo do P5+1, formado por Estados Unidos, China, França, Reino Unido, Rússia e Alemanha. De acordo com o premiê israelense, só no mês passado, as autoridades iranianas teriam removido cerca de 15 quilos de material radioativo desse depósito, que teria sido espalhado pela capital do país, Teerã, em seguida. 

    Para Netanyahu, a suposta existência desse local seria mais uma evidência de que o Irã não teria desistido do seu programa nuclear para fins militares, ao contrário do que afirmam as autoridades iranianas e uma série de inspetores internacionais. 

    Mais:

    Irã avisa Israel sobre resposta dura a seus ataques contra Síria
    Tags:
    programa nuclear, 73ª Assembleia Geral das Nações Unidas, P5+1, Benjamin Netanyahu, Israel, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik