09:21 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Sistema de defesa aérea S-300

    Incidente com Il-20 diminuirá possibilidades militares de Israel e Ocidente na Síria?

    © Sputnik / Ramil Sitdikov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4212

    Posicionamento dos sistemas S-300 em território sírio indica a cessação da política russa de não intervenção no confronto entre o Irã e Israel na Síria, que era observada antes do incidente com o avião russo, declarou à Sputnik Turquia o politólogo e presidente do Instituto Turco de Mercados e Políticas de Energia, Volkan Ozdemir.

    "Do ponto de vista geopolítico, a estratégia da Rússia em relação à questão síria foi baseada desde o início no apoio a Damasco, bem como em uma política de equilíbrio entre Israel e o Irã, que são dois jogadores importantes na região", comentou o politólogo à Sputnik Turquia.

    Segundo Volkan Ozdemir, a Rússia esteve afastada por muito tempo dos conflitos entre as duas forças, não impedindo os ataques aéreos israelenses contra grupos apoiados pelo Irã.

    Porém, depois da derrubada do avião Il-20 russo na Síria a disposição de forças sofreu mudanças sérias, declarou o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu. A Rússia tomou a decisão de posicionar na Síria seus sistemas de defesa S-300.

    "Penso que essa situação colocará na agenda a questão sobre o fechamento do espaço aéreo não apenas na região da costa mediterrânea da Síria, mas também nas fronteiras com o Líbano e a Jordânia. Isso, por sua vez, não apenas aproximará a Rússia, o Irã e a Síria, mas também limitará as possibilidades tanto do próprio Israel, como dos países ocidentais de realizarem pelas mãos de Tel Aviv operações militares na região", declarou o especialista turco.

    Para ele, o incidente com o avião russo abre uma nova etapa na situação na Síria. O politólogo dividiu o conflito sírio em várias fases, com balanços de forças diferentes. A partir de 30 de setembro de 2015 a Força Aeroespacial russa começou a realizar a operação antiterrorista na Síria, o que influiu naquele tempo sobre a disposição de forças.

    A recente decisão russa sobre posicionamento de sistemas S-300 no território sírio também significa o começo de uma etapa nova, no âmbito da qual Israel já não conseguirá atacar sem obstáculos objetivos sírios, como era antes. No caso de ousar fazê-lo, Israel enfrentará uma resposta séria não só da parte do Irã e da Síria, mas também da Rússia, concluiu Volkan Ozdemir.

    Mais:

    Sistemas S-300 na Síria alteram psicologia de guerra na região, opina especialista militar
    'Israel irá viver um pesadelo?': mídia israelense sobre entrega dos S-300 à Síria
    Rússia poderá fechar espaço aéreo sírio após fornecer S-300, diz chancelaria
    Entrega dos S-300 à Síria aumenta risco aos EUA, diz Departamento de Estado
    Tags:
    balança de poder, ataque, S-300, Irã, Síria, Israel, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik