03:06 19 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    As autoridades afirmaram que a decisão de disparar contra o barco foi tomada depois de o piloto se recusar a obedecer as ordens dos militares

    Marinha do Marrocos abre fogo contra embarcação de migrantes

    CC BY-SA 2.0 / Marek Kubica
    Oriente Médio e África
    URL curta
    224

    A Marinha Real do Marrocos abriu fogo contra um barco que levava migrantes ilegais pelo Mediterrâneo para a Espanha, deixando ao menos quatro pessoas feridas, segundo informou a imprensa local.

    A embarcação alvejada, de acordo com o portal Médias 24, teria cerca de dez pessoas a bordo no momento do ataque, entre os litorais das cidades de Mdiq e Fnideq. 

    As autoridades afirmaram que a decisão de disparar contra o barco foi tomada depois de o piloto se recusar a obedecer as ordens dos militares. 

    Ainda segundo o site, tanto o piloto, identificado como um cidadão espanhol, como os emigrantes, todos marroquinos, foram detidos. 

    Inicialmente, o Médias 24 divulgou a informação de que um dos passageiros, uma mulher, teria morrido em decorrência da operação da Marinha. A alegação, no entanto, foi desmentida por fontes oficiais. 

    "Atualização. Contrariamente àquilo que nós tínhamos publicado, não houve mortos na operação contra um 'go fast'. O balanço é de quatro feridos. O Médias24 foi induzido ao erro por uma fonte altamente confiável. Pedimos aos nossos leitores que nos desculpem."

    Mais:

    Premiê da Polônia elogia a decisão da UE em abandonar realocação forçada de migrantes
    Chanceler da Hungria: Plano da UE para distribuir migrantes aumentará ameaça de terrorismo
    'Itália só em cartões postais': Salvini alerta que Roma não permitirá chegada de migrantes
    Tags:
    Marinha Real do Marrocos, Médias 24, Fnideq, Mdiq, Europa, África, Espanha, Marrocos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik