13:41 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Militares do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (CGRI) marcham durante uma parada militar em homenagem à Guerra Irã-Iraque, de 1980-1988 (arquivo)

    Irã: mais de 20 detidos por ligação a ataque

    © REUTERS / MORTEZA NIKOUBAZL
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4232

    O Ministério da Inteligência do Irã anunciou hoje que mais de duas dezenas de pessoas foram detidas por suposta conexão com o ataque mortal realizado durante uma parada militar no país no último sábado.

    "22 pessoas envolvidas no ataque em Ahvaz foram identificadas e presas. Armas, material exclusivo e equipamentos de comunicação foram apreendidos em uma casa que pertencia ao grupo terrorista de cinco membros que realizou o ataque", afirmou o ministério em comunicado, citado pela agência Tasnim. 

    "Terroristas recrutados, treinados, armados e pagos por um regime estrangeiro atacaram Ahvaz. Crianças e jornalistas entre os mortos. O Irã responsabiliza os patrocinadores regionais do terror e seus mestres americanos por tais ataques. O Irã responderá rápida e decisivamente em defesa das vidas iranianas", disse o ministro das Relações Exteriores, Javad Zarif. 

    Os militares iranianos prometeram uma resposta "mortal e inesquecível" ao atentado do último final de semana, que deixou 25 mortos e 53 feridos, incluindo crianças, jornalistas e soldados da Guarda Revolucionária. 

    Mais:

    Oficial nega terrorismo em Ahvaz e Irã exige explicações dos Emirados Árabes Unidos
    Guarda Revolucionária do Irã promete vingança 'mortal' contra terroristas, diz imprensa
    Irã convoca embaixadores da Holanda, Dinamarca e Reino Unido após ataque terrorista
    Ataque terrorista no Irã tem ligação com EUA e Israel, diz porta-voz do Exército iraniano
    Terroristas atacam desfile militar no sul do Irã, há vítimas (FOTOS, VÍDEOS)
    Tags:
    terrorismo, ataque, Mohammad Javad Zarif, Ahvaz, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik