03:54 19 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Membros das Forças Armadas do Irã e civis se abrigam durante um tiroteio que afligiu uma parada militar no Irã.

    Ataque terrorista no Irã tem ligação com EUA e Israel, diz porta-voz do Exército iraniano

    © AP Photo / ISNA, Behrad Ghasemi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4101

    O porta-voz das Forças Armadas do Irã, o general Abolfazl Shekarchi, afirmou que os militantes que cometeram um ato terrorista durante uma parada militar na cidade de Ahvaz neste sábado (22) têm ligação com os EUA e Israel.

    O ataque na cidade Ahvaz aconteceu durante a manhã, quando pessoas não identificadas abriram fogo. Um grupo supostamente ligado aos sauditas, o Movimento Democrático Árabe Patriótico assumiu a responsabilidade pelo ataque.

    "Esses terrotistas não são membros do EI [Estado Islâmico, o Daesh, grupo banido da Rússia] e não pertencem a grupos que lutam contra o sistema islâmico. Essas pessoas estão ligadas aos EUA e ao Mossad [service de inteligência de Israel]. Esses militantes foram organizados e treinados por dois países do Golfo Pérsico", disse o porta-voz à agência IRNA.

    Ele ainda acrescentou que os soldados iranianos mataram quarto dos militantes que cometeram o ataque.

    Mais cedo neste sábado, o ministro iraniano das Relações Exteriores, Javad Zariff, acusou "patrocinadores do terrorismo regional e seus mestres dos EUA" de organizarem o ataque.

    O número de mortos do ataque chegou a 28 pessoas, segundo afirmou à Sputnik o vice-líder do comitê de Defesa do parlamento do Irã, Abu Fadel Bigi. Ele acrescentou que mais 60 pessoas foram feridas e que os militantes teriam apoio do Mossad e também da Arábia Saudita.

    "O grupo terrorista lançou o ataque do Curdistão iraquiano […]. O grupo terrorista foi formado de grupos que foram atacados pelas Forças Armadas do Irã há algum tempo atrás no Curdistão Iraquiano", afirmou o parlamentar.

    A cidade de Ahvaz é localizada ao sul do Irã, próxima da fronteira com províncias iraquianas do sul. Os residentes da cidade são de maioria árabe.

    Tags:
    terrorismo, Daesh, Mossad, IRNA, Mohammed Javad Zarif, Abu Fadel Bigi, Ahvaz, EUA, Estados Unidos, Arábia Saudita, Curdistão iraquiano, Iraque, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik