06:20 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    A bandeira do Irã em frente do foguete Safir Omid antes do seu lançamento

    Empresas sul-coreanas vão continuar trabalhando com o Irã apesar das sanções dos EUA

    © AFP 2018 / STR / Vahidreza Alai
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5150

    As empresas sul-coreanas não pretendem cortar laços com o Irã em meio às sanções dos EUA, embora as restrições tenham que ser levadas em conta, disse sexta-feira o embaixador sul-coreano no Irã, Yu Chang Hwang, à agência de notícias Mehr.

    Durante uma reunião com o vice-presidente da Câmara de Comércio, Indústrias, Minas e Agricultura de Teerã para Assuntos Internacionais (TCCIMA), Mohammad-Reza Bakhtiari, o embaixador ressaltou que os laços entre os dois países ainda estão intactos, informou a imprensa iraniana.

    "O fato é que as empresas sul-coreanas estão interessadas em trabalhar no Irã e querem continuar sua cooperação comercial e empresarial com o Irã. É claro que o problema das sanções unilaterais impostas pelos EUA ao Irã deve ser levado em consideração", disse o embaixador.

    O diplomata sul-coreano acrescentou que as empresas estavam "pedindo isenção da sanção dos EUA… para continuar a compra de petróleo" do Irã.

    Em 7 de agosto, entrou em vigor o primeiro conjunto de sanções americanas a Teerã, relativas à compra de dólares do Irã, comércio de ouro e metais preciosos, bem como vendas de aeronaves comerciais de passageiros e autopeças e serviços relacionados. No dia 4 de novembro, a segunda parte das sanções, relativas a vendas de petróleo e produtos relacionados, será restabelecida.

    Mais:

    Brasil sofre por tabela na guerra das sanções dos EUA contra o Irã
    EUA criam 'Grupo de Ação para Irã' para criar política de negociação com Teerã pós-sanções
    'Não estamos em um beco sem saída', diz Irã sobre sanções dos EUA
    Sanções dos EUA contra Irã poderiam afetar indústria metalúrgica russa?
    Irã fará com que EUA larguem sua 'dependência' perniciosa de sanções
    Tags:
    sanção, sanções econômicas, Mehr News, Câmara de Comércio, Indústrias, Minas e Agricultura de Teerã para Assuntos Internacionais (TCCIMA), Yu Chang Hwang, Mohammad-Reza Bakhtiari, Estados Unidos, Coreia do Sul, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik