19:56 24 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Membros da defesa civil síria, mais conhecidos como Capacetes Brancos em Damasco (foto de arquivo)

    Ativista: Capacetes Brancos pretendem usar reféns em suas provocações em Idlib

    © AFP 2018 / Msallam Abdalbaset
    Oriente Médio e África
    URL curta
    641

    A organização Capacetes Brancos estaria planejando usar como reféns familiares detidos de militantes dispostos a se reconciliarem com o governo sírio em uma encenação com armas químicas, afirmou à Sputnik um ativista de direitos humanos.

    Segundo Ammar Jamal, os Capacetes Brancos pretendem usar na sua operação famílias de militantes que querem passar para o lado do governo sírio.

    "Os membros dos Capacetes Brancos estão preparando uma encenação com armas químicas recorrendo a famílias dos [militantes] que se mostraram dispostos a passar para o lado do governo [sírio]. Após a preparação do equipamento de vídeo, os Capacetes Brancos trarão do cativeiro familiares de membros do Daesh dispostos a se reconciliarem com o governo", afirmou o ativista, sublinhando que a provocação será realizada muito em breve.

    Ontem (8), o Ministério da Defesa russo informou que os preparativos para as provocações com armas químicas em Idlib devem estar finalizados até ao início da noite de sábado (8). O sinal para o início da operação vai ser uma ordem especial dos "amigos estrangeiros da revolução síria".

    A entidade militar russa também relatou que em Idlib se realizou uma reunião de chefes dos grupos terroristas para discutirem cenários dos ataques encenados que deverão ser realizados em vários povoados com o fim de acusar o exército sírio de usar armas químicas. O encontro contou inclusive com a participação dos Capacetes Brancos, segundo o ministério russo.

    Mais:

    Lança-granadas de fabricação norte-americana são encontrados na Síria (FOTO)
    Analista conta como poderá ser operação em Idlib que vai por fim à guerra síria
    Tags:
    encenação, ataque químico, reféns, Capacetes Brancos, Daesh, Ministério da Defesa (Rússia), Idlib, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik