08:38 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA Donald Trump durante a cúpula da OTAN em Bruxelas

    'Grave erro humanitário': citando Rússia e Irã, Trump pede que Síria não ataque Idlib

    © Sputnik / Aleksei Vitvitsky
    Oriente Médio e África
    URL curta
    19425

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu ao governo sírio, assim como à Rússia e ao Irã, que evitem uma possível ofensiva do exército sírio na província de Idlib, considerada um reduto de rebeldes na Síria.

    "O presidente Bashar al-Assad, da Síria, não deve atacar imprudentemente a província de Idlib. Os russos e iranianos estariam cometendo um grave erro humanitário para participar dessa potencial tragédia humana. Centenas de milhares de pessoas poderiam ser mortas. Não permitam que isso aconteça", escreveu Trump sua página no Twitter na segunda-feira (3).

    A província de Idlib é uma das zonas de redução de conflitos na Síria, porém ainda é um reduto de remanescentes da insurgência no país.

    A situação na província recentemente piorou após Moscou e Damasco terem sugerido que os militantes estão planejando forjar um ataque químico contra civis para culpar o governo sírio.

    Mais:

    Chanceler francês: Assad ganhou guerra na Síria
    Netanyahu discute 'agressão do Irã' com enviado especial dos EUA para a Síria
    Síria confirma explosões causadas por curto-circuito em depósito de munição de Damasco
    Mídia publica texto de diretiva secreta da ONU sobre Síria
    Tags:
    Guerra da Síria, Twitter, Donald Trump, Bashar Assad, Idlib, Damasco, Irã, Síria, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik