08:47 13 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu e ministro da Inteligência Yisrael Katz conversam durante reunião semanal de gabinete em seu escritório em Jerusalém, em 15 de julho de 2018

    Israel renova ameaça de atacar posições iranianas na Síria

    © AFP 2018 / RONEN ZVULUN
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1139

    Na quarta-feira (29), Israel renovou sua ameaça para atacar posições militares iranianas na Síria, após a assinatura do acordo de cooperação em segurança pelos dois aliados mulçumanos, informou a AFP.

    "O acordo concluído pelo [presidente da Síria] Bashar al-Assad e pelo Irã representa um teste para Israel: nossa resposta será alta e clara", disse o ministro da Inteligência, Yisrael Katz, em transmissão à Rádio Pública israelense.

    "Não permitiremos que o Irã se estabeleça militarmente na Síria […] Vamos reagir no país sírio com toda a nossa força contra qualquer posição do Irã que ameace Israel, e se a defesa aérea do exército sírio intervir contra nós, ela pagará o preço", adicionou o ministro. 

    Segundo a agência, o adido militar iraniano a Damasco disse no dia 28 de agosto que os conselhos militares de seu país permanecerão na Síria sob o acordo de defesa assinado no dia anterior.

    "O apoio à integridade do território sírio e a independência da soberania síria também foram ênfase do acordo", afirmou o brigadeiro-general Abolghasem Alinejad.

    Enquanto lutava contra uma revolta de sete anos, Teerã forneceu apoio político, financeiro e militar a Assad.

    Apesar de Israel reconhecer a realização de dezenas de ataques aéreos na Síria para impedir o que diz ser a entrega de armas avançadas ao movimento libanês Hezbollah, o país também procura evitar o envolvimento direto no conflito.

    O país também se comprometeu impedir que Irã se fortaleça militarmente na Síria, e uma série de ataques que mataram iranianos na Síria foi atribuída a Israel.

    Mais:

    Senador: planos de Washington de posicionar sistemas antimíssil na Síria são provocação
    EUA querem 'arrancar parte do espaço aéreo' da Síria, diz politólogo
    Pentágono irá posicionar sistema de defesa antimíssil no norte da Síria, diz mídia
    Rússia entrega 5 toneladas de alimentos na Síria
    Tags:
    ameaça, renovação, iranianos, posições, ataque, Bashar Assad, Yisrael Katz, Teerã, Síria, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik