22:19 13 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Soldados do Exército sírio na província de Homs, Síria

    Restaurando a paz: militares sírios desmontam explosivos em Homs

    © AFP 2018 / YOUSSEF KARWASHAN
    Oriente Médio e África
    URL curta
    340

    Unidades de engenharia sírias instalaram 59 dispositivos explosivos na província de Homs, nas últimas 24 horas, informou no domingo o escritório sírio do Centro Russo de Recepção, Alocação e Alojamento de Refugiados.

    "Nas últimas 24 horas, unidades de engenharia do exército sírio realizaram operações de remoção de minas na província de Homs, tendo limpado 4,3 hectares de território, três edifícios e um quilômetro de estradas. Eles encontraram e desarmaram 59 dispositivos explosivos, incluindo 13 dispositivos explosivos improvisados", informou o centro.

    Até o momento, os engenheiros sírios encontraram e desarmaram 7.612 dispositivos explosivos, incluindo 2.370 dispositivos explosivos improvisados, nas províncias de Homs e Damasco, limpando 262,3 hectares do território, 808 edifícios e 56,8 quilômetros de estradas.

    O centro também notou que mais de 200 refugiados sírios retornaram ao seu país de origem no mesmo período de tempo a partir do Líbano.

    "Nas últimas 24 horas, 202 refugiados (61 mulheres e 103 crianças) retornaram do Líbano para a Síria através do posto de controle Jaydet-Yabus", informou o centro em um boletim.

    Desde o dia 18 de julho, mais de 8.000 sírios retornaram ao seu país natal, acrescentou o comunicado.

    Desde 30 de setembro de 2015, mais de 1,2 milhão de deslocados sírios retornaram às suas casas, assinalou o centro.

    Mais:

    Estados Unidos teriam avisado lado russo de possível novo ataque contra Síria
    Defesa da Rússia: destróier da Marinha dos EUA chega ao golfo Pérsico para 'atacar Síria'
    Diplomata russo: terroristas na Síria recebem armas de serviços secretos estrangeiros
    Daesh se reorganiza com mais de 20 mil membros no Iraque e na Síria, diz a ONU
    Al-Qaeda pode tomar o lugar do Daesh e atrapalhar paz na Síria, diz embaixador russo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik