05:05 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Membros da Al-Qaeda posam para foto com os rostos cobertos

    Al-Qaeda pode tomar o lugar do Daesh e atrapalhar paz na Síria, diz embaixador russo

    © East News / Pacific Press
    Oriente Médio e África
    URL curta
    441

    A Al-Qaeda pode ocupar o espaço deixado pelo Daesh, retirando-se da Síria e se tornando um grande obstáculo para o processo de paz, disse nesta quinta-feira o embaixador russo na ONU, Vasily Nebenzia.

    "Nossa avaliação é de que a Al-Qaeda e seus aliados tomam a ini

    ciativa, tornando-se um obstáculo para um acordo pacífico na Síria, à medida que o Daesh continua a desmoronar", declarou Nebenzia na ONU.

    Ele também alegou que a Rússia tem evidências de que o grupo terrorista Daesh recebeu armas de outros países com a ajuda de serviços de segurança estrangeiros.

    O diplomata russo afirmou ainda que as Forças Armadas russas ajudaram a libertar mais de 1.400 cidades e aldeias da Síria, devolvendo 96% do seu território sob o controle do governo.

    Tanto o Daesh quanto a Al-Qaeda são proibidos na Rússia.

    Mais:

    Al-Qaeda ameaça príncipe saudita por trocar mesquitas por cinemas e luta livre
    Pentágono realizou 17 ataques aéreos contra Al-Qaeda no Iêmen nos últimos 3 meses
    Al-Qaeda é mais rica que o Daesh, mas EUA veem mais perigo no Irã, diz oficial russo
    Tags:
    conflito sírio, violência, terrorismo, Al-Qaeda, Daesh, ONU, Vassily Nebenzia, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik