20:58 18 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    O edifício do Ministério das Relações Exteriores da Rússia em Moscou.

    Afeganistão confirma que não participará de negociação convocadas com o Talibã por Moscou

    © Sputnik / Vladimir Vyatkin
    Oriente Médio e África
    URL curta
    417

    A conferência em Moscou será realizada em meio a um cessar-fogo condicional entre o movimento Talibã e o governo afegão, anunciado pelo presidente afegão, Ashraf Ghani.

    "Não vamos participar da [conferência de Moscou]… O processo de paz deve ser liderado apenas pelo Afeganistão, apenas pelo governo da República do Afeganistão", afirmou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Afeganistão, Sibghatullah Ahmadi, à Sputnik nesta quinta-feira.

    Ahmadi acrescentou que foi uma decisão independente que não teve nada a ver com Washington.

    O porta-voz também disse que o governo já tinha seu próprio conselho de paz e que estavam trabalhando nas negociações com o Talibã.

    "Claro que vamos liderar o processo de paz, mas a propósito, temos relações muito próximas com a Rússia e a Rússia é um país grande e poderoso na região e um dos nossos amigos. E temos boas relações com a Rússia", Ahmadi concluiu.

    Na terça-feira, a Rússia disse ter convidado representantes de 12 países, incluindo os EUA, para comparecer às consultas em formato de Moscou sobre o Afeganistão. Moscou também confirmou que o movimento do Talibã deve participar da reunião.

    Um funcionário do Departamento de Estado dos EUA, comentando as conversações, afirmou que Washington não participaria da reunião, duvidando que as conversações ajudariam a estabelecer a paz no Afeganistão.

    Tags:
    Departamento de Estado dos EUA, Talibã, Sputnik, Ministério das Relações Exteriores do Afeganistão, Sibghatullah Ahmadi, Afeganistão, Rússia, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik