03:02 15 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan durante a Conferência de Segurança em Munique, em 2016

    Morre ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan

    © REUTERS / Michael Dalder
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7101

    Hoje (18), a Organização Internacional para as Migrações da ONU comunicou que o ganês Kofi Annan, ex-secretário-geral das Nações Unidas entre 1997 e 2006, morreu aos 80 anos de idade.

    De acordo com os relatos da Reuters, que cita duas pessoas chegadas ao alto responsável oficial, Annan morreu hoje em um hospital localizado em Berna, na Suíça.

    ​"Hoje estamos de luto pela perda de um grande homem, líder e visionário — o ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan", escreveu a Organização Internacional para as Migrações da ONU na sua página do Twitter.

    O ganês começou a trabalhar nas Nações Unidas ainda na época de estudante, tendo sido funcionário em numerosos departamentos e missões especiais da organização. Ele acabou sendo o primeiro representante de raça negra no posto mais alto da ONU.

    Aquele período em que Annan ocupou o cargo de secretário-geral foi caracterizado pelo número recorde de operações de paz, com envolvimento de quase 70 mil militares de 77 países. Em 2001, o diplomata recebeu a nomeação para o Prêmio Nobel de Paz.

    Além disso, Annan foi um dos primeiros apoiantes entusiastas de uma reforma da ONU, inclusive no que se trata do Conselho de Segurança, propondo várias variantes para a ampliação do seu número de membros. A candidatura do Brasil foi uma das que figuraram nos respectivos planos.

    Mais:

    Secretário-geral da ONU aplaude assinatura de Convenção do Mar Cáspio
    ONU: conflito na Síria está perto do seu fim
    ONU diz que políticas econômicas de austeridade do Brasil desrespeitam direitos humanos
    Tags:
    morte, secretário-geral, ONU, Kofi Annan, Suíça, Gana
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik