08:22 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Membros da defesa civil síria, mais conhecidos como Capacetes Brancos em Damasco (foto de arquivo)

    EUA continuarão fornecendo apoio aos Capacetes Brancos na Síria

    © AFP 2018 / Msallam Abdalbaset
    Oriente Médio e África
    URL curta
    419

    Apesar de redirecionarem os fundos previstos para a estabilização da Síria, os EUA continuarão apoiando os Capacetes Brancos operando no país, disse a porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, em um comunicado.

    "Continuaremos a fornecer assistência humanitária aos sírios em situação de vulnerabilidade, apoiaremos os Capacetes Brancos e o Mecanismo Internacional, Independente e Imparcial da Organização das Nações Unidas, para que [o presidente sírio Bashar] Assad seja responsabilizado por [seus] crimes graves, assim como para equipamentos e outras medidas para neutralizar os efeitos das armas químicas usadas no noroeste da Síria", disse a porta-voz.Além disso, Nauert ainda declarou que o Departamento de Estado dos EUA alocará US$ 230 milhões, originalmente planejados para financiar a estabilização da Síria, para outros objetivos da política externa de Washington.

    "Como resultado das contribuições dos principais parceiros de sua coalizão [contra o Daesh], o secretário de Estado [dos EUA], Pompeo, autorizou o Departamento de Estado a redirecionar aproximadamente US$ 230 milhões para a estabilização da Síria, que estava sob análise", disse a porta-voz, que acrescentou que "o Departamento de Estado redirecionará esses fundos para apoiar outras prioridades da política externa" dos Estados Unidos.

    A decisão dos EUA de redirecionar fundos não implica uma mudança no compromisso de Washington com as metas relacionadas à Síria, disse Nauert.

    "Esta decisão não representa nenhum tipo de redução do compromisso dos EUA com seus objetivos estratégicos na Síria", disse o porta-voz.Os Capacetes Brancos se posicionam como uma ONG politicamente neutra e não beligerante, dedicada à proteção de civis na Síria. Apesar disso, ao lado dos vídeos em que os Capacetes Brancos resgatam crianças das ruínas, há imagens em que eles manipulam as filmagens, inventando vítimas e explicando o que elas devem declarar diante das câmeras.

    O presidente sírio, Bashar Assad, chegou a afirmar que, de fato, os Capacetes Brancos fazem parte da organização terrorista Al Qaeda, que assim como o Daesh foi banida da Rússia.

    Segundo a própria organização, seus principais doadores são a Mayday Rescue Foundation, financiada pelo Reino Unido, Dinamarca, Holanda e Alemanha, e a empresa Chemonics, com sede em Washington.

    Vários países, incluindo os EUA, França e Alemanha, já mostraram convencidos de que um ataque químico na cidade de Douma ocorreu e foi orquestrado por Damasco.

    Mais:

    Iraque lança ataques contra o Daesh na Síria
    É designada condição para retirada dos militares russos da fronteira entre Israel e Síria
    Terroristas na Síria estão se preparando para 'guerra sem território', diz politólogo
    Turquia está prestes a realizar novas operações militares na Síria, diz Erdogan
    Forças russas derrubam 2 drones de terroristas na Síria
    Tags:
    Guerra da Síria, ONU, Chemonics, Mayday Rescue Foundation, Capacetes Brancos, Daesh, Heather Nauert, Bashar Assad, Alemanha, Holanda, Dinamarca, Washington, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik