00:33 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Um helicóptero Mi-24 russo patrulha a base aérea russa Hmeymim na Síria

    Terroristas na Síria estão se preparando para 'guerra sem território', diz politólogo

    © Sputnik / Dmitry Vinogradov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2122

    Na Síria, cinco drones, que estavam se aproximando da base aérea russa de Hmeymim, foram destruídos pelo sistema de defesa antiaérea da Rússia. Qual seria o propósito de tais ataques? Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o especialista Stanislav Tarasov respondeu à questão.

    Os militares russos destruíram cinco drones que estavam se aproximando da base aérea de Hmeymim localizada na Síria, disse o chefe do Centro Russo de Reconciliação síria, major-general Aleksei Tsygankov.

    Não houve vítimas ou danos materiais e, após o ataque, a base continuou funcionando normalmente.

    Aumentaram-se os casos de destruição de drones lançados em direção à base aérea de Hmeymim, em comparação com meses anteriores. No total, somente em agosto, seis drones enviados por terroristas foram abatidos.

    O cientista político Stanislav Tarasov, especialista em problemas de países do Oriente Médio e do Cáucaso, avaliou a situação.

    "A vitória na Síria já foi obtida, e isso é dito não apenas pelo comando militar russo, mas também pelas Forças Armadas americanas, e representantes da ONU afirmam que a maioria dos territórios está livre e sendo controlada pelo governo. No entanto, existem alguns focos de resistência por parte do Daesh [grupo terrorista proibido na Rússia], e esses ataques de drones, que recentemente se tornaram mais frequentes, em minha opinião, são de natureza investigativa", afirmou Tarasov.

    "Há um sentimento de que o 'califado' está se preparando para uma guerra sem território. Não é coincidência que eles estejam criando 'centros flutuantes', movendo-se parcialmente para algumas áreas difíceis de alcançar na Síria".

    "É possível que eles tentem ganhar uma posição no território iraquiano, em parte já estão no território do Afeganistão. E esses drones são o chamado 'fogo perturbador' e o desejo de fazer pelo menos uma pequena malícia", concluiu o analista.

    Mais:

    Ataques de drones: até que ponto está seguro o espaço aéreo?
    Defesa aérea síria derruba drones de Israel a oeste de Damasco
    EUA confirmam terem drones assassinos em base africana
    Marinha dos EUA desenvolve projeto que permitirá controlar 15 drones ao mesmo tempo
    Tags:
    terroristas, drones, ataques, base aérea, Centro Russo de Reconciliação, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik