21:39 17 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7310
    Nos siga no

    Uma agência iraniana citou mídias árabes comunicando que os agentes dos serviços secretos russos teriam avisado seus colegas turcos sobre a alegada preparação de um golpe militar no país, diretamente relacionado com a própria figura do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

    A agência Fars adianta que a inteligência russa teria informado o lado turco que vários helicópteros estavam se aproximando de um hotel resort na região turca de Marmaris, onde se encontrava o líder turco, que consequentemente deixou o local 44 minutos antes da chegada dos militares.

    De acordo com fontes diplomáticas anônimas, o exército russo que estava na região registrou mensagens via rádio onde se falava sobre os preparativos para um golpe por parte dos militares turcos.

    Especifica-se que se tratou de uma subdivisão militar russa na base aérea de Hmeymim, na Síria, onde está estacionada a aviação que participa da operação antiterrorista. Assim, asseguram as fontes da agência iraniana, a subdivisão está equipada com sistemas modernos de intercepção de dados importantes.

    A notícia tem a ver com os acontecimentos de 15 de julho de 2016. Deste modo, os dados sobre a aproximação do golpe foram recebidos poucas horas antes de seu início, precisa a mídia.

    Os altos responsáveis militares do exército turco, para oferecer resistência ao golpe, ordenaram que todas as forças aéreas e terrestres parassem suas operações, inclusive com envolvimento de veículos militares como tanques, aviões e helicópteros.

    Em resultado, os organizadores do golpe iniciaram a operação seis horas antes do planejado ao tomar consciência que seus planos tinham sido revelados.

    Mais:

    Turquia se prepara para fazer transações com parceiros em moedas nacionais
    Presidente da Turquia pede respeito aos EUA e ameaça fazer novos aliados
    Qual é a intenção da Turquia de se juntar ao BRICS? Analista explica
    Tags:
    inteligência, golpe militar, Recep Tayyip Erdogan, Irã, Rússia, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar