06:29 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Soldados de Israel nas Colinas de Golã, 6 de setembro de 2016

    Enviado sírio na ONU: Israel ajudou a evacuar terroristas nas colinas de Golã

    © AFP 2018 / JALAA MAREY
    Oriente Médio e África
    URL curta
    771

    O enviado sírio na ONU, Bashar Jaafari, afirmou que Israel ajudou a transferir militantes terroristas, que haviam sido previamente evacuados das colinas de Golã, para os outros países, incluindo os EUA.

    O enviado também solicitou a retirada das tropas dos EUA do território sírio: "Exigimos que os EUA e todos seus aliados deixem imediatamente todo o território da Síria, porque sua presença é ilegal."

    As forças israelenses evacuaram centenas de membros do grupo Capacetes Brancos e seus familiares do sul da Síria para a Jordânia, a pedido de alguns países ocidentais. O governo sírio, acredita que os membros da ONG têm cooperado com terroristas e planejado vários ataques para incriminar Damasco, afirmou que a transferência foi uma "operação criminosa".

    Turquia na Síria

    Jaafari também observou que Ancara não estava cumprindo suas obrigações em relação à zona de desescalada nas regiões do norte da Síria.

    "A Turquia não cumpre as suas obrigações na província de Idlib… as autoridades turcas enviaram as suas forças fortemente armadas. E todos nós testemunhamos ações militares da Turquia nesta região, como em Afrin, que ocuparam. E ocuparam outros assentamentos", Afirmou Jaafari.

    Ele ressaltou que a Turquia violou suas obrigações no âmbito dos acordos da Astana, acrescentando que o país introduziu a lira turca em regiões que não são controladas por Damasco.

    Mais:

    General: últimos ataques contra Síria foram devidos ao sucesso das forças governamentais
    Grupos armados radicais na Síria entregam armamentos ao exército do país
    Rússia: Sanções ocidentais dificultam retorno dos refugiados para Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik