07:40 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Um artista pinta um mural gigante da ativista palestina Ahed Tamimi em parte da barreira de separação israelense, na Cisjordânia.

    Israel expulsará 2 artistas italianos após grafite na Cisjordânia

    © AP Photo / Nasser Nasser
    Oriente Médio e África
    URL curta
    433

    Autoridades israelenses estão deportando dois artistas italianos que desenharam um retrato de uma garota palestina em um muro de separação perto da cidade de Belém, segundo informa a assessoria de imprensa da polícia israelense.

    Os artistas foram presos na Cisjordânia por Israel ainda no sábado (28).

    "Como resultado da investigação realizada pela polícia de fronteira, o caso dos italianos foi transferido para a autoridade de imigração, onde a decisão foi tomada nas audiências para anular a autorização de permanência em Israel e dar-lhes 72 horas para deixar o país", afirmou a assessoria.

    Os italianos pintaram um gigantesco mural da adolescente palestina Ahed Tamimi, que foi detida por 8 meses após dar um tapa em um soldado israelense. Ahmed foi libertada neste domingo (29).

    Israel considera a barreira de separação da Cisjordânia, de cerca de 708 quilômetros, como uma medida antiterrorista, enquanto os palestinos denunciam o muro.

    Israel e Palestina disputam o controle da Cisjordânia e o status exato do território está no centro do conflito israelo-palestino, que já dura décadas. Parte de Jerusalém, reivindicada como a capital pelas duas nações, está localizada na Cisjordânia.

    Tags:
    deportação, Ahed Tamimi, Belém, Jerusalém, Cisjordânia, Israel, Palestina, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik